Directamente de Palermo, um olhar Encarnado e Vigilante sobre a actualidade do Nosso Clube e sobre o futebol Português em geral.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Quando o Inferno é parco castigo

Hoje, ao sair dum café, fui inadvertidamente insultado na minha inteligência por uma frase dum homem que já devia ter idade para saber reservar o tempo de antena que os outros lhe dão, para intervenções menos rasteiras. Dizia então, o velho energúmeno, “ Se eu fosse sócio do Benfica, já tinha rasgado o cartão”, tal desvario vocal, quanto mais não fosse, pôs-me a pensar.

Então fiz o custoso exercício mental de me colocar do lado de lá, das outras impuras agremiações e eis o que reparei:

Um, corrompeu, comprou, chantageou, roubou e mentiu e continua a fazer o seu caminho atropelando a verdade; outro, foi corrompido, submeteu-se, vendeu a alma o orgulho e a coluna à vontade do primeiro, sucumbindo perante um ódio que só lhe faz mais pequeno, ao mesmo tempo que chorava pelos roubos de igreja do qual era alvo no rectângulo, e pasme-se, quando podia fazer alguma coisa, ficou calado qual fidalgo falido que nunca teve de lutar por nada na vida à espera do que uma justiça, também ela corrupta, lhe pudesse trazer. Por tudo isto, desconheço maiores e mais indignas razões que me levem a querer rasgar o cartão de sócio, e quem, como aquele velho pensa o contrário, é que um dia enfiou a dignidade no esgoto e esta por lá anda perdida.

Aqui vos digo amigos,

Escolher Benfica é de facto seguir o caminho da verdade e dignidade, é poder ganhar e gritá-lo de cabeça erguida, é um constante revigoramento da alma. Vamo-nos erguer nas vitórias outra vez, pois é esse o nosso destino!

Saudações Benfiquistas

3 comentários:

RicardoPreto disse...

é preciso dizer mais alguma coisa?
Tó tu arrebentas!! lol
Carrega Glorioso!!

Observador disse...

É por essas e por outras que ser benfiquista é diferente ... do resto.

ToElGordo disse...

Ser Benfiquista é ser muito mais que o resto!