Directamente de Palermo, um olhar Encarnado e Vigilante sobre a actualidade do Nosso Clube e sobre o futebol Português em geral.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Vencemos até a história...

   Ao ganhar na Alemanha, mudamos a história, quebramos recordes e certamente chegaremos aos títulos no final da época. Não é qualquer equipa que joga assim em casa de alemães nas competições europeias, seja o adversário que for, que orgulho! Ver aqueles rapazes a jogar assim à bola, com tanta força, tanta entreajuda, raça, querer e ambição faz-nos sonhar bem alto e acreditar ser possível ganhar também esta competição e com nota artística...
 
   Nico Nico está feito num grande jogador (eu que até o criticava) e até passes de costas já faz (viram bem? parecia o Cri Cri do Real), Coentrão tem cá um pulmão (a sério, parece jogador de playstation), Jara quando mete a 5ª velocidade é espetáculo (eu sempre acreditei no seu valor, sempre. eu vi jogos dele no arsenal de sarandi), Cardozo está pra espetar com elas lá dentro (e espeta), Luisão é o pai deles todos (o chamado papai), Roberto já defende mostrando valer o dinheiro investido nele(já nem interessa quanto se continuar assim), Airton fez um jogão (tem mesmo 21 anos?) e por aí foram, foram uns verdadeiros guerreiros! O ROLO COMPRESSOR está aí e já lá vão 16, sim DEZASSEIS, jogos sempre a vencer contra tudo e contra todos (lembrar que em casa dos rivais até foi com 10).
 
   A caminho das 17 vitórias, Carrega Campeão! E 4ª feira há mais um derbie...

2 comentários:

Observador disse...

Vi o jogo e senti, uma vez mais, um orgulho imenso.

Não, o nosso benfica não se arrasta pelos relvados. Não finge que joga, joga mesmo. E bem.

Quem ainda se lembra, com o devido respeito pelos homens que vou referir, de Di Maria, de Ramires ou de David Luiz?

Ontem, a Alemanha (Estugarda mais concretamente) rendeu-se aos portugueses. Neste caso, ao Benfica.

Estamos bem. Se assim continuarmos, o futuro é risonho.
E eu acredito que este estado é para continuar.

A armada argentina está aí. Imparável.
E sempre bem acompanhada, ou impulsionada, pelos restantes que deram tudo.

Sem euforia desmedida, antes consubstanciada na realidade, venha o senhor que se segue.

RicardoPreto disse...

e ainda mais, quem se lembrou ontem de Javi Garcia ou de Saviola? Temos este ano mais e melhores opções que na época passada, isso está à vista de todos, até o Roberto é fantástico, qual quim qual quê!!!