Directamente de Palermo, um olhar Encarnado e Vigilante sobre a actualidade do Nosso Clube e sobre o futebol Português em geral.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Benfica Audaz

Épico esforço colectivo dos da Luz confirmou o carimbo no passaporte para os oitavos de final da mais bonita competição do futebol.

Neste jogo fomos tudo aquilo que tinhamos de ser, coesos, solidários e com uma alma imensa, e isso permitiu-nos trazer de Inglaterra um sorriso em forma de apuramento.

O jogo foi sempre muito disputado sem que tenha sido muito bem jogado. Procuramos com a nossa dedicação a sorte e ela acabou por nos sorrir nos momentos certos contra um grande e histórico adversário finalista vencido da última edição da competição.

Destaques:

Artur: Parou tudo o que foi humanamente possível, impecáveis saídas a cruzamentos e a lances em que o adversário estava isolado. Tudo isto deu tranquilidade à defesa, à equipa até, que pôde enfrentar o poderoso ataque inglês com a certeza de na rectaguarda estar um templo bem guardado.

Garay: Exibição inteligente e plena de concentração do destemido Argentino, mais importante ainda após a saída do Luisão. Não sei como é que este jogador não vai à selecção do seu país, estejam atentos!

Witsel: Foi importante em todos os momentos do jogo. Na sua clarividência posicional e capacidade de segurar a bola para posteriormente entregá-la com critério, morou muito do bom resultado que alcançámos.

Aimar: A bola chega-lhe aos pés e sente-se em casa, grande jogo do Argentino, nunca se escondeu e demonstrou uma grande capacidade física. Que te mantenhas assim nos próximos tempos "Pibe".

Para finalizar:

Apuramento no bolso e possibilidade muito real de ficar com o primeiro lugar do grupo bastando para isso uma vitória frente ao Otelul. Que diferença para a performance do ano passado nesta competição.

E assim, pé ante pé, vamos pavimentando o nosso caminho numa época com prenúncio de sucesso, o próximo grande teste está já aí, e espero que o jogo de ontem tenha oxigenado as células da confiança e por conseguinte do físico dos atletas. Trabalhemos então concentrados e sem euforias, sábado há mais.

Última menção para os bravos 3000 adeptos Benfiquistas ontem presentes em Old Trafford, para vós deixo-vos o que um dia o saudoso Bella Guttman disse sobre a mística do Benfica: "Chove? Está fio? Está calor? O que importa? Nem que o jogo seja no fim do Mundo, entre as neves das serras ou no meio das chamas do Inferno. Seja pela terra, pelo mar ou pelo ar eles aí vão, os adeptos do Benfica atrás da sua equipa. Grande, incomparável e extraordinária massa associativa". Sois inteiramente merecedores de cada palavra desta sábia frase.

Carrega Benfica!

1 comentário:

Observador disse...

Vitória sem margem para dúvidas.
Apuramento garantido com o primeiro lugar à vista (3 pontos).

Vamos ao resto!!!

Saudações benfiquistas