Directamente de Palermo, um olhar Encarnado e Vigilante sobre a actualidade do Nosso Clube e sobre o futebol Português em geral.

domingo, 29 de maio de 2011

Nojentas promíscuidades

O que acontece quando numa campanha política falham as ideias, quando o ruído da contestação é muito maior do que o barulho do aplauso? Convida-se um jogador que se associe à campanha, para que o povo acéfalo aplauda em massa.

Isto tanto serve para uns como para outros.

É nojenta a promíscuidade entre a política e o futebol, mas que fazer? Hoje em dia conta mais uma imagem do que qualquer ideia que se possa ter.

Fábio, não precisavas de todo de te meter nisto...

O Rui Rio é que tem razão.

2 comentários:

Observador disse...

E para ajudar à festa Cristiano Ronaldo diz que "quer" o Fábio no Real!!!

Dúvida minha: Ronaldo é o novo empresário de Coentrão?

ToElGordo disse...

Isso são tácticas para ir baixando o preço do Fábio, deixando cada vez mais o Benfica entre a espada e a parede. Temos de ser fortes!